domingo, 3 de junho de 2012

Filme contará História de Lutadores Evangélicos de MMA


Octógono de Luta MMA (Artes Marciais Mistas)

Nos Estados Unidos uma produtora independente resolveu fazer um filme contando a história de evangélicos lutadores de MMA (Mixed Martial Arts), em formato de documentário, a produção mostra como é expressiva a participação de cristãos no esporte e também o aumento da quantidade de adeptos nos últimos anos. O filme se chamará “Fight Church”, ou Igreja da Luta, em português.

Os produtores do filme ainda buscam financiamento para finalizar o trabalho, que trará mais de duas horas mostrando os bastidores do mundo dos combates entrelaçados à fé cristã.

“Nosso objetivo é apresentar esses personagens incrivelmente provocantes em busca de seus objetivos. Vamos pedir que o público chegue às suas próprias conclusões sobre a possível conexão entre a religião e a violência, bem como explorar a fama crescente do MMA nos EUA e discutir o impacto do cristianismo em nossa sociedade pós-moderna”, explanou Daniel Junge, diretor do filme.

Junge começou a se interessar pelo assunto quando conheceu Paul Burress, um lutador de MMA e também pastor evangélico, ele se tornou amigo de Paul e com o tempo descobriu haver vários lutadores que são cristãos, inclusive participando do UFC (Utmate Fighting Championchip), que é a maior organização de MMA do mundo. Ele ainda descobriu “ministérios de luta” surgindo nas igrejas, com promoção de lutas nos próprios templos.

O diretor relata, “Depois de conhecer Paul e passar tempo com ele, percebi que ele realmente era sincero em sua fé. Ele ama a Deus e ama as pessoas. Eu ainda não tenho certeza se eu concordo com os aspectos morais envolvidos nisso tudo. Honestamente, eu não tenho certeza se Deus tem uma opinião clara sobre a luta organizada. Acho que ele tem coisas maiores e mais importante para lidar. Pode até não ser uma questão moral. Isso é o que eu estou tentando explorar no documentário”.

Fonte: Gospel+

Por: Valder Damasceno em 31 de maio de 2012

Publicado por: Pb. Charles Dantas Lima