terça-feira, 18 de janeiro de 2011

DEUS gosta de usar coisas quebradas para a sua GLÓRIA

Olá amigo leitor do BLOG Forme & Informe - Infoparaiba !

    Hoje pensei em postar aqui algo que me deixa muito pensativo e admirado em como Deus age em nosso meio.

    Acreditamos que Deus gosta de usar as coisas inteiras, perfeitas, intactas e firmes. Mas nos enganamos meu caro leitor, Deus também usa as coisas insignificantes, quebradas, sem aparência, sem formosura e sem tradição.

Vejamos o que está escrito no Salmo 51.17:

"Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus".
   O que Deus mais usa para a sua glória são as pessoas e coisas bem quebradas. Os sacrifícios que Ele aceita são os corações quebrantados e contritos. Foi o quebrantamento da força natural de Jacó em Peniel que o colocou no lugar onde Deus pôde revestir de poder espiritual. Foi o quebrar da superfície da rocha em Horebe pela vara de Moisés, que permitiu a saída das águas frescas para o povo sedento.

    Foi quando os 300 eleitos sob a liderança de Gideão quebraram os jarros, tipo do quebrantamento dos seus próprios corações, que a luz escondida resplandeceu, para a confusão dos adversários. Foi quando a viúva pobre partiu o selo do pequeno pote de óleo e o derramou, que Deus o multiplicou para pagar suas dívidas e suprir-lhe o sustento.

     Foi quando Ester arriscou a vida e rompeu com a etiqueta da corte pagã, que obteve favor do rei para livrar da morte o seu povo.

   Foi quando Jesus tomou cinco pães e os partiu, que o pão se multiplicou, no próprio ato de partir, e foi suficiente para alimentar os cinco mil. Foi quando Maria quebrou o belo vaso de alabastro, tornando-o daí por diante inútil, que o perfume encheu a casa. Foi quando Jesus deixou que seu corpo fosse partido e rasgado pelos espinhos, pregos e lanças, que Sua vida interior foi derramada como um rio cristalino, do qual os pecadores sedentos podem beber e viver.

      É quando o lindo grão de trigo se rompe na terra, pela morte, que sua vida interior brota e produz centenas de outros grãos. E assim por diante, através de toda a história, e toda a biografia, e toda a vegetação, e toda a vida espiritual,  Deus precisa de coisas quebradas.
"Os que estão quebrados na riqueza, quebrados na vontade, quebrados nas ambições e em seus belos ideais, quebrados na reputação perante o mundo, quebrados nas afeições, e muitas vezes quebrados na saúde, os que estão desprezados parecem muitas vezes esquecidos e abandonados, a esses o Espírito Santo está tomando e usando para a glória de Deus".
 ( Thomas Toke Bunch)