quinta-feira, 10 de março de 2011

Cientista alega ter encontrado vida extraterrestre. NASA desmente

Descoberta estaria na forma de fósseis de bactérias encontradas em meteoritos caídos na Terra no século 19. Especialistas dizem sercontaminação terrestre

Organismos seriam similares às cianobactérias terrestres: organismos parecidos com algas


Enquanto o Brasil inteiro pulava carnaval no último 6 de março, uma notícia ganhou mundo: um astrobiólogo ligado à NASA chamado Richard B. Hoover alegou ter encontrado vida alienígena – ou pelo menos fósseis de vida alienígena – ao examinar nove meteoritos. Claro que isso se espalhou na internet mais rápido do que rastilho de pólvora. Mas a Agência Espacial dos EUA (NASA) se pronunciou oficialmente na manhã desta terça-feira, 8, a respeito do suposto achado do doutor Richard B. Hoover e, infelizmente, não deu motivos para que os que acreditam na vida fora da Terra comemorem: para a Agência, não há nada que sustente as afirmações do Doutor.

A descoberta do Dr. Hoover estava encrustadada em meteoritos descobertos na Terra no fim do século 19.

Aparentavam fosséis de bactérias comuns; bastante similares, mas ao mesmo tempo bastante distintas do que qualquer bactéria encontrada no nosso planeta. Alguns desses organismos seriam similares às cianobactérias, comuns na Terra. A única diferença entre os fósseis de Hoover e seus “parentes” terrestres é a ausência de nitrogênio em sua composição.

Finalmente, a NASA se manifestou.

Biólogos da agência alegam que os buracos encontrados nos meteoritos podem muito bem ter sido produto de contaminação terrestre - os objetos estão na Terra há mais de 100 anos. Além disso, astrônomos reclamam de pouco acesso ao estudo.

Outra polêmica apontada pela NASA é que o trabalho do Dr. Hoover teria aparecido pela primeira vez em um jornal online chamado Journal of Cosmology sem a validação necessária. Além disso, a publicação já estaria prestes a fechar por problemas financeiros. O próprio editor do "Journal" admite que um assunto polêmico como esse poderia levantar a audiência e ajudar a encontrar um comprador para o site.

A agência Associated Press entrou em contato com vários especialistas – nenhum corroborou os achados do Dr. Hoover. O próprio doutor foi procurado pela Agência, mas não teria retornado nem a emails nem a telefonemas.

Entre os especialistas ouvidos, pelo menos uma voz tenta defender Hoover e sua descoberta. O astrônomo Rudy Schild (da Universidade de Harvard) disse que o estudo já teria passado pelas mãos de vários cientistas – nenhum dos quais ele quis identificar. Para Schild as críticas ao trabalho de Hoover são legítimas, mas ele ainda acredita na descoberta.

Mas o achado de Hoover parece de difícil sustentação, mesmo entre os cientistas que abertamente querem
acreditar, como Seth Shostak, astrônomo do SETI – entidade que busca (de forma muito séria) vida inteligente fora da Terra. Shostak teria ficado decepcionado ao ver a pesquisa de Hoover.

Parece muito duvidoso, o que é vergonhoso de vários pontos de vista. Mas é assim que a ciência funciona: pessoas fazem declarações que geralmente não se sustentam”, disse Shostak à AP.

A polêmica deve continuar nos próximos dias.

Fontes: Gizmodo / AP