sexta-feira, 15 de abril de 2011

Documentário contará a história da Bíblia King James que completa 400 anos em maio

A tradução lançada pelo rei Inglês em 1611 é um marco na história do evangelho no mundo


Bíblia King James (400 anos)

Em comemoração aos 400 anos da Bíblia King James a Lionsgate se prepara para lançar um documentário que retrata a história de um dos livros mais venerados no mundo.

O documentário “KJB: O Livro que Mudou o Mundo” retrata passeios de espectadores ao longo da história, explicando a origem, significado e impacto da tradução King James.

O filme foi promovido pelo premiado ator John Rhys-Davies (O Senhor dos Anéis, Indiana Jones e A última Cruzada), ele conta como a tradução do King James nasceu, começando com a ascensão de Jaimes I ao trono Inglês, em 1603, em dramatizações curtas dos eventos em torno da criação da Bíblia.

Em sua narrativa, Rhys-Davies conta que em 1603 com a ascensão do Rei James ao trono Inglês, em uma época onde o país estava “no centro de uma revolução teológica.”

O rei convocou uma conferência com Puritanos Ingleses no Palácio da Corte de Hampton e mesmo sem ser o tema da reunião, um dos puritanos sugeriu uma nova tradução da Bíblia, já que o Rei não estava satisfeito com nenhuma das traduções na língua inglesa que existia.

Enquanto King James continuava a procurar uma nova tradução houve conspirações contra ele e seu reino, incluindo a Conspiração da Pólvora, 1605 – inspiração para o filme popular “V para Vendetta.” Por esse motivo demorou sete anos para terminar a tradução. Foi publicado pela primeira vez em 05 de maio de 1611.

Para comemorar esses 400 anos muitas Igrejas e organizações criaram vários projetos entre podemos citar uma versão atualizada da NIV que foi propositadamente publicada este ano para o aniversário.

A Editora Thomas Nelson lançou um site que oferece uma grande variedade de conteúdo, incluindo vídeos, versículos bíblicos diários, podcasts e muito mais para a celebração dos  400 anos.

Outra ação que merece destaque trata-se do apoio do príncipe Charles que ofereceu sua contribuição, como patrono da Bíblia King James, ao participar da leitura para o projeto da Bíblia YouTube de João 14.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Christian Post