terça-feira, 19 de abril de 2011

Peugeot é lançado na Paraíba em grande estilo


Lançamento Peugeot 408 na Paraíba

Na noite do sábado (2) aconteceu o lançamento do Peugeot 408 em todo o Brasil e na Paraíba a nova aposta da montadora francesa já pode ser vista na Monte Carlo, em João Pessoa. O sedã vem para concorrer com os já consolidados New Civic, da Honda, e com o Corolla, da Toyota.

 
O 408, no entanto, tenta se diferenciar dos demais com o grande número de recursos tecnológico e bujingangas, ou “gatgets” como está na moda dizer. E a novidades vão desde limpadores de farol, com jatos d’água, a localizadores GPS instalados de fábrica. Entradas para dispositivos USB, p2 e tomada de 12 volts também estão presentes no belo painel com detalhes cromados.

Mas o ponto alto do modelo, que custa entre R$ 59 mil e R$ 80 mil, é o conforto. E não é só dos retrovisores rebatíveis eletronicamente que estou falando. Nem do banco com ajustes em 4 direções mais o ajuste do encosto, tudo elétrico. Também não estou falando dos sensores traseiro e dianteiro de estacionamento que ajudam a não encostar na hora de guardar o carro na garagem apertada.

O que chama a atenção são o ar-condicionado com temperaturas específicas para motorista e passageiro e o farol de Xenon direcional que se adapta à direção para onde o carro segue. Além, claro, do o grande número de funções do computador de bordo, todas ao alcance dos dedos, junto do volante.

Para quem não tem o prazer de dirigir e sentir a potência silenciosa do motor 2.0 flex, de 151 cavalos, mas tem o privilégio de ser levado no banco de trás, as saídas de ar-condicionado e o fácil acesso tanto aos objetos da mala através de uma abertura no banco, quanto aos controles dos gatgets ligados ao rádio do carro, completam o conforto do grande espaço interno.

No quesito segurança, freios ABS, até 6 airbags, e um controle de tração para pista molhada fazem do novo sedã da marca francesa um dos mais seguros do mercado. O 408, diferente do fracasso de vendas 307, é um modelo que já nasceu sedã, portanto não vem com os problemas na suspenção e freios causados pela diferença no peso da carroceria, por exemplo, dos carros hatch adaptados.

Fonte: Paraiba1 / Blog "Dirigindo com Maurício Melo"